5 Dicas Pra Vencer O Tédio Nos Estudos

27 Nov 2018 11:35
Tags

Back to list of posts

Social-Network-guys-1024x621.jpg

<h1>Gerenciador De Tags Do Google</h1>

<p>Quais as vantagens em ter um web site? A simplicidade do servi&ccedil;o de web sites permite gerir e editar conte&uacute;dos com a periodicidade que pretender e duma maneira acess&iacute;vel, sem requerer conhecimentos de programa&ccedil;&atilde;o, webdesign ou HTML. A plataforma de coment&aacute;rios caracter&iacute;stica a este servi&ccedil;o promove a intera&ccedil;&atilde;o direta com os leitores do teu web site, e consequentemente &agrave; troca de ideias e acesso a novos conte&uacute;dos. Pelo instante em que gerar o teu site, tornar-se-&agrave; fra&ccedil;&atilde;o da blogosfera, ou seja, a comunidade que produz, fornece conte&uacute;dos, e l&ecirc; blogs.</p>

<p>De uma s&oacute; vez, Ma afastou a amea&ccedil;a externa e desenvolveu uma massa cr&iacute;tica imbat&iacute;vel de compradores e vendedores. Estes dois elementos deram a Ma uma vantagem essencial para quem faz neg&oacute;cios na web: o efeito de rede. Quem vende quer estar onde est&atilde;o os fregu&ecirc;ses, e quem compra quer estar onde est&atilde;o os vendedores.</p>

<p>Outro movimento determinante pela trajet&oacute;ria do Alibaba foi a estreia de um servi&ccedil;o de pagamentos “com caracter&iacute;sticas chinesas”. O Alipay resolveu o defeito da aus&ecirc;ncia de confian&ccedil;a, uma quest&atilde;o fundamental no nascente com&eacute;rcio eletr&ocirc;nico do povo. O Alipay s&oacute; repassa o dinheiro aos vendedores ap&oacute;s uma confirma&ccedil;&atilde;o do cliente.</p>

<p>“Foi um lance genial de Ma”, diz Frank Lavin, ex-subsecret&aacute;rio de Com&eacute;rcio Internacional do governo americano e fundador da Export Now, consultoria que ajuda companhias estrangeiras a vender pros chineses a partir do Alibaba. O efeito de rede assim como explica por que o Alibaba tem margens de lucro t&atilde;o altas. Com centenas de milh&otilde;es de produtos &agrave; venda, os vendedores est&atilde;o dispostos a pagar por an&uacute;ncios pra mostrar seus produtos e por servi&ccedil;os de design pra tornar suas lojas virtuais mais atraentes. Outra vantagem de ter acesso &agrave;s duas pontas das transa&ccedil;&otilde;es online &eacute; que o Alibaba n&atilde;o precisa investir em marketing nos mecanismos de pesquisa, como os varejistas online ocidentais.</p>
<ul>
<li>Oito M&eacute;dias exponencias para suaviza&ccedil;&atilde;o de medidas</li>
<li>10 endere&ccedil;os de e-mail</li>
<li>Det&eacute;m amplo alcance para um p&uacute;blico de massa</li>
<li>2 API de acessibilidade</li>
<li>Ter modelos prontos</li>
<li>S.e.o. (search engine optimization) On-Page</li>
<li>Marque as marcas na foto</li>
</ul>

<p>Pelo inverso: os rob&ocirc;s do Baidu, superior empresa de buscas da China, n&atilde;o conseguem fazer pesquisas dentro dos websites do Alibaba. “Um chin&ecirc;s que vai &agrave;s compras pela internet acaba fazendo suas buscas diretamente no Taobao ou no Tmall”, diz Lavin. Em troca de 5% das vendas, as marcas t&ecirc;m acesso aos 231 milh&otilde;es de clientes do grupo Alibaba — v&aacute;rios deles com conta cadastrada no Alipay —, prontos para adquirir. “Os chineses confiam no Tmall. Se voc&ecirc; quiser operar na China s&oacute; com um site independente, vai ter de se preocupar com a infraestrutura, com tr&aacute;fego pra seu website. “Em um na&ccedil;&atilde;o como os EUA, o varejo de imediato estava constru&iacute;do, e o com&eacute;rcio eletr&ocirc;nico foi uma extens&atilde;o disso”, diz Julia Q. Zhu, fundadora da consultoria Observer Solutions, especializada no mercado chin&ecirc;s de internet. “Na China, a circunst&acirc;ncia era muito contr&aacute;rio. N&atilde;o havia grandes redes do varejo habitual.” Sair na frente acabou sendo uma vantagem respeit&aacute;vel, ainda mais em um mercado gigantesco como o chin&ecirc;s, com sua classe m&eacute;dia de 500 milh&otilde;es de pessoas.</p>

<p>&Eacute; precisamente isso o que est&aacute; &agrave; venda desse IPO, um mercado online que cresce 120% ao ano desde 2003, de acordo com a consultoria McKinsey. Depois da abertura de capital, a expans&atilde;o internacional &eacute; uma das &aacute;reas que devem demandar a aten&ccedil;&atilde;o de Ma. O Alibaba est&aacute; presente no Brasil com o web site Aliexpress.</p>

<p>A empresa n&atilde;o divulga n&uacute;meros da opera&ccedil;&atilde;o brasileira, todavia sua presen&ccedil;a agora se fez perceber. “A China prontamente &eacute; respons&aacute;vel por superior volume de compras online feitas pelos brasileiros no exterior”, diz Alberto de Mello Mattos, respons&aacute;vel pelo departamento internacional dos Correios. Nem sequer toda gente reconhece — ao menos, n&atilde;o publicamente —, contudo o Alibaba agora est&aacute; tirando o sono de muita gente no Brasil. O Mercado Livre, l&iacute;der do segmento de intermedia&ccedil;&atilde;o no povo, diz ter as mesmas vantagens que o grupo de Ma tem pela China.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License